Astrologia: As casas e a leitura do mapa astral

Oi pessoal! Tudo bem?

Algo que vocês sempre me perguntam no Instagram quando falo sobre Astrologia é sobre as casas do mapa astral!

Então quis fazer um post aqui falando especificamente sobre isso porque, além de saber seu signo solar, o ascendente e em que signo você tem a lua e vênus, para compreender melhor seu mapa astral, é super interessante saber também em que signo você tem cada casa do seu mapa astral e também os planetas que você tem dentro delas.

Isso porque cada casa diz respeito a um aspecto da sua vida, portanto, sabendo o signo em que você tem cada uma, você consegue associar aquela área da sua vida (trabalho, relacionamentos, filhos, finanças, lar, viagens, estudos) com o que aquele signo e os planetas dentro da casa representam, e através dessas complexas interpretações é que ocorre a leitura do mapa astral e que conseguimos nos conhecer melhor através da Astrologia (inclusive, se quiser conhecer os serviços e cursos que eu ofereço nesse sentido, clique aqui para saber mais sobre o meu trabalho! ♥).

Mas para ajudar vocês a fazerem o mapa astral pela primeira vez e começarem a compreendê-lo, primeiramente recomendo que você façam gratuitamente em algum site (como o Astro ou Astrolink) – é importante saber o horário exato em que vocês nasceram (confirmem na certidão e também com familiares!). Nesse post eu ensino o passo a passo para fazer no Astro.com (e também passo um resumo bem bacana sobre os signos e planetas!), e abaixo vou passar algumas informações que ajudarão a identificar e entender melhor sobre as casas. Quanto ao horário de verão que vocês sempre perguntam, esses dois sites ajustam automaticamente, então não precisam se preocupar em diminuir uma hora.

Eu gosto de mostrar um mapa como exemplo pra poder explicar algumas coisas pra vocês:

Observem que o fato de essa pessoa ter o Sol em Leão é representado pela seta amarela que coloquei, ou seja, o signo solar é apenas uma parte do mapa astral, por isso que obviamente todas as pessoas do mesmo signo não são iguais, há muitos outros aspectos a serem analisados!

Então observem as casas (sinalizadas por números dentro do círculo) de 1 a 12. A cúspide (início) da casa 1 é justamente o Ascendente, e ela sempre será uma linha que aponta pro lado esquerdo do mapa – por isso é bem fácil de identificar olhando seu mapa astral. A cúspide da casa 1 (ascendente) dessa pessoa, por exemplo, está cortando em Peixes. Depois dela, no sentido anti-horário, haverá uma próxima linha que é a cúspide (início) da casa 2 (que no caso é Áries). E então, como podemos ver, a casa 3 está cortando em Touro, a casa 4 (fundo do céu), em Gêmeos, a casa 5, em Câncer… E reparem que a casa não começa no início do signo, e sim onde corta a cúspide que dá início a ela, e ela termina na cúspide que dá início à casa seguinte. Ou seja, a casa 5 está cortando em Câncer, e mesmo que o Sol esteja em Leão dentro dessa casa, ela está cortando em Câncer mesmo. Mas antes da cúspide da casa 6 temos 2 planetas: Mercúrio e o Sol, sendo que Mercúrio está em Câncer e o Sol em Leão. Ou seja: para interpretar a casa 5, é preciso considerar que ela está em Câncer, tem Mercúrio e o Sol dentro dela, e para sabermos ainda mais é sempre interessante buscarmos o planeta regente do signo em que a casa está, que no caso é a Lua (regente de Câncer) e está em Sagitário. Isso nos ajudará a saber mais sobre como vai fluir esse aspecto da vida do indivíduo.

Mas o que isso significa na nossa vida? Significa que a interpretação do significado desses signos + planetas nas casas do mapa de um indivíduo vão dizer muuuito sobre ele, porque cada uma dessas casas representa certos aspectos de sua vida.

Abaixo vocês conseguem entender melhor o que cada uma representa:

Casa I – Sua personalidade exterior (Ascendente) 

Essa é a casa que representa você, a maneira que você age e se mostra para o mundo, sua personalidade exterior. Tem muito a ver também com quem você precisa ser, as energias que precisa integrar e desenvolver em si para alcançar seu meio do céu (casa 10, que representa sua carreira e futuro).

Casa II – Dinheiro, bens materiais e valores

Tudo que você tiver nessa casa vai representar a maneira como você conduz suas finanças – suas posses, bens materiais, como vai ganhar e gastar dinheiro. É importante ressaltar também que, na interpretação de toda casa, não só é preciso analisar o signo em que ela está, como também onde está o planeta regente desse signo (vide tabela que coloquei no decorrer desse post). Ou seja: se você tiver Sagitário na casa 2, busque onde tem Júpiter, planeta regente desse signo, no seu mapa. Sagitário na 2 significa uma expansão nas finanças, provável facilidade para ganhar dinheiro, e uma tendência a querer expandir negócios, trabalhar em multinacional ou até com projetos relacionados a viagens. Mas tendo Júpiter em Libra na casa 12, por exemplo, que é uma casa de mais reclusão, é provável que haja mais facilidade em ter ideias desses projetos nos momentos mais isolados, perto da natureza, em silêncio. É uma interpretação complexa, mas é bem interessante considerar sempre onde o planeta regente está para se ter mais informações sobre cada casa do mapa – além de, é claro, interpretar também os planetas que estiverem dentro da casa, caso haja planetas (se não tiver, não há problema nenhum! Expliquei melhor sobre isso mais pro final do post!).

Casa III – Pensamentos, irmãos, tios, primos, educação primária e pequenas viagens (incluindo transportes diários)

Os signos e planetas que você tiver nessa casa vão mostrar tanto as características de seus irmãos / tios / primos, como também revelarão muito sobre sua relação com eles. Se você tiver Áries, por exemplo, é bem provável que tenha um irmão homem, ou um irmão ou irmã bastante impulsivo (vendo onde tem Marte, regente de Áries, no seu mapa, é possível saber mais características sobre elx). Se tiver Gêmeos, é bem provável que tenha dois irmãos ou mais, ou que tenha um irmão ou irmã bem comunicativo, ou muitos tios e primos. E aí buscando Mercúrio no seu mapa (planeta regente de Gêmeos), se ele estiver em Câncer, por exemplo, é mais provável que sejam mais irmãs, tias e primas, se tiver Mercúrio em Áries é mais provável que sejam homens. Se tiver Peixes ou Câncer nessa casa, é mais provável que seja uma ou mais irmãs meninas, ou que seja um irmão mais sensível e artístico – e por aí vai.

Essa casa também representa como serão seus trajetos diários e suas viagens para lugares próximos, e como foi sua experiência na escola, e também como fluem suas ideias, pensamentos e seu processo de aprendizado e comunicação, por ser uma casa associada ao signo de Gêmeos. Ter essa casa em Touro, por exemplo, pode mostrar uma necessidade de aprender e também se comunicar de forma prática e consistente; enquanto que se está em Áries, esse processo acontece de forma rápida e impulsiva, e é interessante ter cuidado para não parecer um tanto rude na forma de se comunicar, e assim por diante.

Casa IV – Ancestrais, lar, mãe, raízes (Fundo do céu) 

Chamamos essa casa de fundo do céu (oposta ao meio do céu, que é a casa 10 e mostra para onde você está caminhando) justamente porque ela diz muito sobre seu passado, seus ancestrais, sua família, sua base.

O signo (e planetas, caso tenha) que você tiver nessa mostrará bastante sobre sua relação com sua mãe, e isso não significa que o signo que tem nessa casa necessariamente será o signo dela, mas que dirá muito sobre sua personalidade, a maneira como vocês se relacionam, etc. Essa casa mostrará muito também sobre o ambiente em que você mora e como será sua casa ou sua atitude com relação a ela quando você tiver uma. Se você tem Aquário na 4, por exemplo, pode ser que não tenha muito apego ao lar e que sua morada seja o mundo, e que tenha uma mãe bem diferente do convencional. Já quem tem Sagitário na 4 quase sempre sai da sua cidade natal para morar em outra cidade, estado ou até país, e provavelmente tem uma mãe bastante expansiva. Quem tem Câncer nessa casa tem uma relação muito forte com a mãe e com o lar. Quem tem Áries normalmente tem uma mãe mais impulsiva e super decidida. E assim por diante!

Vale ressaltar que em certos casos acontece de a casa 4 mostrar mais sobre a relação com o pai e a casa 10 com a mãe; então se você sentir que é o seu caso, não ache que há algo errado com o seu mapa! Antigamente havia uma rigidez maior por conta da sociedade patriarcal em que vivíamos e estamos desconstruindo cada vez mais (percebemos isso pelo simples fato de: casa 10 = pai e trabalho, casa 4 = mãe e lar), mas esse cenário já está se transformando há muitos anos, então por isso tanto a casa 4 como 10 podem falar tanto do pai como da mãe. =)

Casa V – Filhos, lazer e criatividade

Aqui a interpretação se aplica de maneira parecida com a casa 3: é possível ver quais as possibilidades mais fortes com relação aos filhos, quantos você provavelmente terá, como a personalidades dele pode se manifestar, além da sua relação com eles.

Também é uma casa muito relacionada a criatividade e lazer, então o signo e os planetas (caso haja planetas) que tiver nessa casa dirão muito sobre seus hobbies. Também diz muito sobre seus amores mais informais – enquanto a casa 7 é dos relacionamentos mais sérios, a casa 5 mostra mais sobre as relações na fase inicial.

Assim como em todas as casas, é importante buscar também o planeta regente do signo que você tiver na sua 5, assim saberá mais sobre como lida com essa área da sua vida!

Casa VI – Trabalho, rotina e saúde

Essa casa fala muito da rotina e como o indivíduo lida com ela, e também sobre como cuida da sua saúde e os possíveis problemas que pode vir a ter nesse sentido (quem tem Áries na 6, por exemplo, podia ter muitas dores de cabeça na infância; já quem tem Touro, tem que ter mais atenção com a garganta, assim por diante – se quiser saber a parte do corpo associada a cada signo, vale dar uma lida neste post!).

Essa casa também vai representar o tipo de trabalho que você atrai e gosta. Falando de maneira bem breve só para exemplificar: se você tem Áries nessa casa, pode atrair uma rotina / emprego com um ritmo mais dinâmico, não gostar de ficar tanto tempo no mesmo lugar e talvez ser autônomo para poder fazer as coisas da sua forma; se tem Touro, pode gostar mais de estabilidade e de ter uma rotina bem estruturada; se tem Sagitário, pode querer trabalhar com viagens, com conhecimentos ou com outras culturas de alguma forma; se tem Escorpião, pode ser uma boa trabalhar ajudando pessoas ou contribuindo para que o mundo se torne um lugar melhor (por exemplo sendo terapeuta holístico, ou médico, psicólogo, advogado.. Ou trazendo um propósito de cura e transformação para o seu trabalho, seja qual for!), por aí vai. Também é importante considerar os planetas dentro dessa casa, e associá-la com a casa 10, da carreira. E claro, ver onde você tem no seu mapa o planeta regente do signo em que tem a casa 6! Exemplo: se tem Áries na 6, procurar Marte. Esse signo em que você tem Marte (e a casa onde ele está) vai dizer mais sobre como você se comporta no trabalho e o tipo de profissão que flui melhor para você, e a casa em que tiver esse Marte também vai mostrar as áreas em que é bacana focar sua energia para que seu trabalho (casa 6) flua de forma mais bacana.

Casa VII – Relacionamentos e parcerias (Descentente) 

“Ué Isa, tenho Sagitário na casa 7, mas nunca fiquei com nenhum sagitariano!”. Isso porque você atrai (ou atraiu até seu ascendente progredir, neste post explico sobre isso!) pessoas com possíveis características do signo que tem na casa 7, não necessariamente pessoas deste signo. Então se você tem Sagitário lá, provavelmente atrai “mozões” expansivos, super sinceros, com mais fogo no mapa (ou de signos de fogo mesmo – Áries, Leão e Sagitário) e que gostam de viajar (possivelmente até estrangeiros), mas não necessariamente só do signo de Sagitário.

Além disso, esta casa também mostra como você normalmente se comporta nos relacionamentos, então se tem Touro na 7, por exemplo, não só atrairá pessoas mais estáveis e comprometidas, mas inconscientemente acabará buscando estabilidade nos relacionamentos afetivos e nas parcerias de trabalho, porque é através das suas relações que você vai aprendendo a integrar mais essas energias em si também.

É interessante observar que o signo na casa 7 é sempre o oposto ao da casa 1 – ou seja, o descendente é o oposto ao seu ascendente, é complementar. Por isso, é interessante nas parcerias comerciais você buscar pessoas com as características do seu descendente (signo da casa 7), porque irá te complementar super bem. Ainda sobre o exemplo de Touro na 7, você precisa de parceiros comerciais que sejam mais estruturados, sólidos e atentos às finanças para complementar sua profundidade, viabilizar suas ideias transformadoras e te ajudar a mudar o mundo (ascendente em Escorpião).

Casa VIII – Transformações, profundidade, morte, heranças e dinheiro do “outro” 

Esta é uma casa mais profunda, que revela a maneira como as transformações ocorrem na sua vida. Se são intensas, constantes, plurais, no amor (caso tenha Vênus nessa casa por exemplo), tudo vai depender do signo e dos planetas que tiver nela. Não precisa ficar desesperado(a) pensando em como será sua morte de acordo com a interpretação dessa casa! Hahaha procure encarar a morte de maneira simbólica, como finais de ciclos, aprendizados e grandes transformações.

Casa IX – Ensino superior, cursos, filosofia de vida e grandes viagens

Essa casa vai dizer muito sobre a faculdade (ou as faculdades) que você vai cursar, e também como serão suas viagens para o exterior. Por exemplo, se você tiver Sagitário nessa casa, que é o signo associado à casa 9, partiu estudar fora do país now! Hahaha se não puder ser a faculdade, com certeza você pode ter vontade de fazer um intercâmbio, curso ou pós graduação em outro país. Se tem Gêmeos nessa casa, é provável que faça mais que um curso ou opte por cursos mais curtos, se tiver Áries, será impulsivo e possivelmente esportista na faculdade e poderá começar mais que uma, e pode querer viver no aeroporto hahaha e por aí vai!

Inclusive, se você é apaixonado(a) por viagens como eu, recomendo bastante ler este post também, em que explico sobre Astrocartografia, que integra astrologia com viagens e é minha área de especialização – é um tema simplesmente fascinante!

Casa X – Pai e carreira (Meio do céu) 

A casa 10, o famoso “meio do céu”, mostrará muito sobre sua carreira, seu futuro, sua direção de vida, por isso é uma das casas mais importantes do mapa! É fundamental entender bem o signo e planetas que tem nessa casa e associá-los à sua casa 6 (do trabalho) e casa 2 (finanças), e interpretar relacionando com o mapa inteiro, para assim compreender melhor seu propósito e maneira como sua vida flui com relação à sua carreira.

É importante ressaltar que essa nunca é uma interpretação restrita, do tipo: você tem que ser advogada. Não! O mapa é bacana justamente pra entender que existem várias possibilidades, mas algumas são mais fortes que outras e por isso é interessante ir aprendendo a fazer a leitura do seu mapa astral para ajudar a ampliar seu autoconhecimento e fazer escolhas coerentes com quem você é. A Astrologia não vai te dar uma resposta definitiva do que você tem que fazer te dando apenas uma opção, mas vai te ajudar demais a dar uma direção dos tipos de carreiras que com certeza poderão melhores – e descartar as que não têm nada a ver com você.

Casa XI – Amizades, clubes e intelectualidade

Essa casa vai mostrar como serão seus amigos, como você se relaciona com sua intelectualidade, se você fará parte de clubes/academias/times, etc. Ex: se tem Áries, é provável que tenha mais amigos homens ou amigos e amigas mais impulsivos(as) e talvez esportistas; se tem Câncer na 11, é muito provável que enxerguem seus amigos como uma extensão da sua família; se tem Virgem, seleciona muito bem seus amigos e eles podem ser bem minuciosos, se tem Gêmeos, provavelmente tem amigos(as) muito comunicativos, e assim por diante.

Casa XII – Missão, desafios, reclusão, espiritualidade

Muitas pessoas têm medo dessa casa porque ela é um pouco “misteriosa”, mas é uma das mais importantes do nosso mapa. Ela mostra como você se relaciona com sua espiritualidade, se precisa de tempo recluso às vezes e como lida com isso, se é bacana você criar o hábito de meditar e focar bastante nessa jornada espiritual, ou até se veio aqui com a missão de ajudar pessoas. Também gosto de enxergar como a casa do nosso “anjo da guarda”!

Para ajudar vocês com os símbolos no mapa, porque sei que no início é difícil de distinguir, estes abaixo são os signos e seus planetas regentes (salvem e guardem essa tabelinha, fiz com muito amor pra vocês! hahaha)

Signos e planetas

ALGUNS PONTOS MUITO IMPORTANTES:

  • O início da casa não é necessariamente no começo do signo. Cada signo ocupa 30º do mapa astral (vejam essa roda de fora, cada um preenchido por uma cor diferente), mas a cúspide (início) da casa pode cortar o signo em qualquer grau, e as casas podem ocupar mais ou menos espaço, não apenas 30º como os signos;
  • A casa inicia na cúspide (linha que marca o início dela) e termina na cúspide da próxima casa, então caso houver planetas dentro dela, eles têm que ser considerados na interpretação;
  • Normalmente, se o ascendente (que marca o início da casa 1) é Áries por exemplo, a casa 2 está em Touro, casa 3 em Gêmeos, e por aí vai. Mas às vezes acontece de duas casas começarem no mesmo signo (a cúspide de uma pega no comecinho e outra no final dele), ou nenhuma casa pegar em algum signo (a cúspide pegar no final do signo anterior e a cúspide da próxima casa só no comecinho do próximo signo), etc. Isso é absolutamente normal! Só significa que você tem signos interceptados (vale pesquisar mais sobre os signos que você tiver interceptados, ou seja, nenhuma cúspide cortando neles!) ;
  • Não é ruim ter casas sem nenhum planeta dentro, gente! Várias pessoas vêm me falar isso desesperadas, mas não tem nada de errado com isso, aí você simplesmente considera o signo em que a casa está para interpretar como será aquela casa/aspecto da sua vida, e também busca onde no mapa está o planeta que rege este signo para saber mais sobre como vai lidar com esta casa;
  • Além dessa análise de cada casa separadamente, existem outras interpretações e aspectos a serem analisados no mapa, dentre eles essas “linhas” azuis e vermelhas formadas entre certos planetas, que são as oposições, quadraturas, etc. Além disso, o sol anda um grau por ano, o ascendente também, então tudo no mapa vai mudando no decorrer da vida, é o que chamamos de “progressão”, por isso nós não permanecemos os mesmos a vida inteira. Depois vou fazer um vídeo e post explicando isso pra vocês, porque é um assunto um pouco mais complexo!
  • Fiz um post explicando sobre as características de cada signo e também dos planetas (esse AQUI), pra vocês entenderem melhor como interpretar o mapa de vocês com base nessas características. Mas é uma análise complexa, porque também é preciso considerar os planetas dentro das casas, sempre buscar o planeta regente, e assim por diante… Por isso recomendo bastante que continuem sempre pesquisando e estudando, porque a Astrologia é uma ferramenta simplesmente extraordinária para ampliar nosso autoconhecimento!

Caso você tenha interesse em entender melhor sobre todos esses conceitos e compreender cada vez mais profundamente seu mapa astral, eu tenho um projeto muito especial chamado Calendastro ♥ Ele é praticamente um curso completo de astrologia, mas por um valor muito mais acessível do que custaria normalmente, pois tive a intenção de criar esse projeto para ajudar o máximo de pessoas a se conhecerem melhor em meio a esse momento tão intenso que estamos vivendo. Por isso, se você quer aprender sobre astrologia e leitura de mapa astral desde o princípio; se entender mais profundamente a cada mês e ainda ter acesso a previsões super dinâmicas e inspiradoras de cada dia do mês, com certeza vai gostar bastante. As inscrições estão abertas no momento, e para saber mais informações basta clicar aqui ♥

No mais, espero que tenham gostado do post! Foi feito com muito amor para vocês! ♥

O que você achou desse conteúdo?