Como vocês sabem (e minha lua em Sagitário não me deixa mentir), desde sempre eu amei integrar astrologia e viagens, esses dois assuntos tão fascinantes e que são minhas grandes paixões. Lá no Instagram já comecei a transmitir conteúdo integrando os dois temas há algum...

Em julho de 2016, fiz uma viagem maravilhosa para San Andrés e Providência, e eu e o Gil simplesmente nos apaixonamos por lá! Não é à toa que o mar lá é conhecido como o mar de 7 cores, porque realmente - a água é surreal e a ilha tem uma vibração incrível, com diversas atividades para você aproveitar muito uma semana inteira. Eu já fiz um post falando sobre hotéis, gastos e dicas importantes pra quem quer ir pra lá, e agora vou falar sobre os melhores lugares que você simplesmente precisa conhecer quando for pra esse paraíso. O ROTEIRO PERFEITOComo falei pra vocês no último post, eu tive 7 dias ao todo, mas se vocês ainda não compraram a passagem e puderem ficar mais, recomendo uns 9 ou 10 pra poderem aproveitar tudo com calma! Com 7 dias de viagem, passem 4 em San Andrés e 3 em Providência; se tiverem 9 dias, fiquem 5 em San Andrés e 4 em Providência, e por aí vai. Como falei no outro post, tem que ir pra Providência mesmo se for pra ficar só 2 dias! Lá é simplesmente paradisíaco, e tenho certeza de que estarão convencidos disso até o final desse post hahaha.
Uma das viagens mais maravilhosas que fiz até hoje foi pra San Andrés e Providência, ilhas paradisíacas do Caribe Colombiano. Pelo fato de que muitas passagens promocionais têm surgido, tem sido um destino cada vez mais visado pelos brasileiros - e algo que ajuda muito também é que não são necessários tantos dias para conhecer bem as duas ilhas. Como expliquei melhor nesse post, que tem mais dicas de roteiro, em uma semana você consegue conhecer os pontos principais.Se você está pensando em ir pra lá, esse post é especialmente pra você: compilei diversas dicas que com certeza vão te ajudar, principalmente sobre os hotéis, restaurantes, gastos! Mas não deixa de conferir também esse post, em que falei detalhadamente sobre os melhores passeios e praias pra aproveitar sua viagem da melhor maneira possível.PASSAGENS E GASTOS: quanto dinheiro levar? Com todas as promoções que estão acontecendo ultimamente, tenho visto muitas passagens pra lá por 800 e tantos reais, ou seja, menos de mil reais já com taxas. As promoções que tenho visto são especialmente pelo site Melhores Destinos, vale bem a pena acompanhar lá pra ficar de olho (e baixar o app no celular porque ele manda as notificações!).Por isso e pelo fato de ser um lugar com custos não tão caros (é um dos lugares mais baratos do Caribe), não é uma viagem cara comparada a outros destinos internacionais. Se você optar por hotéis bons mas não luxuosos, comendo bem e fazendo todos os passeios mais bacanas, em uma viagem de 7 dias vai gastar entre 4 e 5 mil reais por pessoa, já considerando passagens e passeios também. Ficando em hostel e economizando mais, dá pra gastar ainda menos que isso.Uma das perguntas que mais tenho recebido é se é melhor levar dólares ou reais. Pesquisando bastante sobre isso, recebi mais indicações pra levar dólares mesmo porque a conversão é melhor na hora de trocar lá. Isso foi em junho de 2016, então agora que o dólar está ainda mais alto não tenho certeza se continua sendo melhor, mas no nosso caso, nós compramos dólares no Brasil e levamos pra trocar lá mesmo. Trocamos a maior parte no aeroporto de Bogotá na conversão de 2740, e mais um pouco em San Andrés por 2800 - achamos que a conversão estaria pior na ilha mas acabamos conseguindo por um pouco mais. Ou seja, se eu fosse vocês, garantiria trocando uma parte no aeroporto de Bogotá e a maior parte vocês trocam em San Andrés - peçam indicação do pessoal que mora lá do melhor lugar pra vocês conseguirem uma conversão boa, pode ser ou em alguma lojinha ou em banco mesmo. Pra quem for em casal e for ficar em hotéis não tão caros, indico levar uns 600 dólares por pessoa e um cartão de crédito que possam usar lá - a maioria dos restaurantes e hotéis aceita cartão, mas lembrem que tem o IOF!

É com muuuita alegria que eu venho trazer essa novidade e convite especial para vocês: uma viagem para Gana em parceria com a Volunteer Vacations! 💙Será uma Semana VV em Gana focada em atuação educacional com crianças órfãs na cidade de Kumasi. De acordo com...

 Em abril de 2016, fiz uma viagem muito especial para a Ásia, em que conheci a Tailândia e Índia! Foi minha primeira vez no continente, e o amor foi tanto que voltei 3 vezes nos últimos 2 anos, para conhecer outros países pelos quais fiquei encantada também - como a Indonésia, que virou meu grande amor 💙Nesse post, resumi várias dicas sobre o roteiro que fiz na Índia, que dessa vez foi mais turístico - mas tenho muita vontade de ir um dia para ficar em Ashram e praticar bastante Yoga também! Inclusive, tinha sonhado muito tempo antes de ir para lá justamente por ser o berço dessa filosofia que admiro tanto. Mas pesquisando bastante e conversando com meu pai (que já havia ido 4 vezes pra lá, levando grupos, porque ele dá aulas sobre filosofia da Índia), percebi que queria aproveitar essa primeira ida pra conhecer diferentes facetas desse país tão fascinante.Como a primeira parte da minha viagem seria para a Tailândia, deixei 12 dias pra ficar lá e os outros 14 dias para a Índia, já que precisaria de mais tempo porque queria conhecer muitas cidades. E como contei pra vocês, meu pai quis ir comigo porque, já que ele estuda a Índia e suas filosofias há mais de 30 anos, ele quis me acompanhar pra me apresentar esse país e sua história!Nosso roteiro ficou o seguinte:
  • 2 dias em Nova Delhi
  • 1 dia e meio em Varanasi
  • 3 dias em Jaipur (em um deles fizemos um bate-volta pra Pushkar)
  • 2 dias em Jaisalmer
  • 1 dia e meio em Jodhpur
  • 1 dia e meio em Agra (no primeiro dia fomos pra Fatehpur Sikri)
  • 1 dia em Nova Delhi de novo
[caption id="attachment_1260" align="aligncenter" width="574"] Mapinha da Índia pra ajudar vocês a entenderem melhor o roteiro (tive a ousadia de acrescentar Jaisalmer que não estava aparecendo nesse mapa, e aproveitei pra desenhar a trajetória que fizemos)[/caption]Se você optar por seguir um roteiro parecido com o meu, recomendo ter pelo menos 15 dias inteiros pra poder fazer tudo com mais calma, porque os últimos dias foram muito corridos e acabou ficando bem cansativo - e eu, pelo menos, não sou muito fã de conhecer uma cidade em só um dia, mas é que nesse caso eu tinha bem pouco tempo e quis otimizar como pude, e não me arrependo disso porque foi encantador poder conhecer tantas partes incríveis da Índia.

 A Astrojourney é a realização de um sonho.A integração das minhas maiores paixões.E, ao mesmo tempo, a maneira que encontrei de devolver para vocês todo o carinho que recebo.Há 4 anos, quando comecei a transmitir inspiração através do Instagram, eu não sabia...